É PRECISO PARTILHAR E ACOMPANHAR DE PERTO!

 

Pais, cuidem dos vossos filhos!                                    Meninos e meninas, navegar sim, mas seguros! 

 CRIANÇAS E JOVENS NA INTERNET

Os nossos educandos acedem à Internet especialmente para entrar em salas de conversa, aceder a fóruns e serviços de mensagens, sites de música, ver filmes e praticar jogos.

Muitas crianças e jovens, pelo seu temperamento e ingenuidade, revelam dados pessoais, informações que colocam em risco a família e os seus bens e até fornecem fotografias em posturas pouco reservadas. Algumas correm riscos desmedidos quando, após contacto virtual, acedem a encontros pessoais com desconhecidos.

A Internet tornou-se uma gigantesca plataforma comercial, aplicando estratégias agressivas de marketing, muitas vezes com publicidade enganosa e concursos aliciantes, induzindo as crianças a fornecer os seus dados pessoais para uso comercial e outros afins.

A utilização progressiva da Internet ou do telemóvel, tornando-se mais tarde excessiva, altera o comportamento da criança, dos jovens ou dos adolescentes, causando fenómenos de isolamento, manifestações de apatia, depressão, agressividade ou risco de dependência.
 PROIBIR NÃO É SOLUÇÃO!

Navegar na Web é tão perigoso como andar no mar, na estrada ou no ar, mas fica apenas à distância de um clique!

Na vida os riscos são incontáveis e, não raro, precisamos da ajuda do nosso próximo para vencer as adversidades e aprender a distinguir o bem do mal.

Compete ao pais e educadores a responsabilidade de conhecer, prevenir, ensinar e orientar as crianças e os jovens para o uso consciente da Internet, prevenindo os perigos que a liberdade deste meio comporta, onde cada um coloca o que lhe apetece, muitas vezes sem qualquer moral ou respeito pelo seu semelhante e com fins dúbios.

Prepare-se e acompanhe o seu educando nos caminhos a trilhar na Internet, assim como na vida real. É um assunto sério!

Proibir não resolve, até alarga a curiosidade e o risco de experimentar, e demais a mais não devemos prescindir do que é bom porque está rodeado do mal.

Apenas temos de manter a mente aberta e saber escolher.
 SITUAÇÕES DE RISCO!

Pais, encarregados de educação e docentes devem estar atentos e agir com cautela quando as suas crianças, adolescentes ou jovens...

Navegam muito tempo na Internet;

Isolam-se furtivamente para ir para o computador;

Mudam de página quando alguém se aproxima;

Recebem mensagens de correio eletrónico suspeitas;

Aceitam e enviam constantemente chamadas telefónicas ou SMS a desconhecidos da família;

Usam linguagem imprópria e inadequada à sua idade;

Manifestam subitamente interesse desmedido por assuntos de natureza sexual;

Deixam rastos no computador de acesso a páginas eventualmente perigosas;

Deixam de conviver normalmente com a família.

 COMO AGIR EM SITUAÇÕES DUVIDOSAS

Atitudes corretas dos educadores para com as crianças e jovens:

Crie relações de confiança que permitam à criança ou jovem dialogar abertamente sobre constrangimentos vividos na Internet;
Acompanhe e mostre-se interessado nas descobertas que eles fazem na Internet;
Informe-os dos riscos que podem correr quando navegam, ajudando-os a distinguir os conteúdos recomendáveis dos nocivos;
Explique-lhes que existem regras para uma navegação segura e consciente;
Evite culpabilizá-los por entrarem em contacto, propositadamente ou não, com conteúdos inadequados, mantendo a sua confiança.
 NAVEGAÇÃO MAIS SEGURA

A melhor prevenção é o acompanhamento direto, mas pode usar:

Filtros baseados em palavras proibidas, em listagens de sites autorizados e não autorizados e em níveis de classificação de conteúdos;
Ferramentas de bloqueio de envio de dados;
Navegadores e motores de busca específicos para crianças;
Bloqueadores de publicidade;
Outros.
 AO NAVEGAR, CUIDADO!

Não forneças, em nenhuma circunstância, os teus dados pessoais, de familiares ou de amigos.

Nunca reveles o teu nome, número de telefone, endereço, senhas ou qualquer outra informação pessoal, mesmo quando são pedidos nos sítios (sites) visitados.

Não publiques fotografias pessoais ou de pessoas conhecidas sem autorização.

Evita conversas e nunca aceites encontros com pessoas conhecidas na Internet.
Mantêm em segredo as senhas e muda-as com frequência.
Não entres em sítios (sites) desconhecidos ou aconselhados por estranhos.
Nunca abras as mensagens de correio eletrónico desconhecidas ou duvidosas e, muito menos, os ficheiros anexos.
Faz apenas recolhas legais e em sítios (sites) fidedignos.
 BOAS CONDUTAS NA INTERNET

Trata os outros como gostas de ser tratado;

Pensa que a outra pessoa, a comunicar contigo, pensa e sente como tu;

Adota comportamentos corretos, em todas as circunstâncias;

Perdoa os equívocos dos outros ou ignora-os;

Nunca respondas a insultos;

Evita as maiúsculas, pois podem ser entendidas como "gritos”;

Não uses linguagem inadequada ou ofensiva.

Apaga o correio eletrónico publicitário e nunca o reencaminhes para os teus contatos.

 QUANDO INVESTIGAS…
A informação pretendida encontra-se na Internet?
 
O site engloba informações que possibilitam o contacto com o seu autor ou a partilha de "Quem somos"?
 
Os dados recolhidos são verdadeiros?
 
Usas outros recursos de informação e não apenas a Internet?
 
Cruzas as informações recolhidas com outras fontes?
 
O sítio Web visitado é de confiança?
 
O autor dos artigos tem créditos comprovados?
 
Nas pesquisas, usas diversos motores de pesquisa ou apenas um?
 
Consideras as bibliotecas e enciclopédias, incluindo as virtuais, como fontes de informação alternativas?
 PENSA E REFLETE!

 Deves navegar sozinho?

Que período de tempo deves gastar semanalmente a navegar?

Qual a melhor altura para te ligares?

Sentes necessidade de estar sempre a navegar?

O que encontras quando navegas na Internet?

A intenção do sítio visitado é divertir, vender ou enganar?

O sítio é promovido por particular, empresa ou escola?

É um local público de conversa?

O sítio parece seguro ou encontras coisas suspeitas?

Respeitas os direitos de autor?

Usas os cuidados recomendados de segurança?
  

  

 

EB1/PE DO FAIAL - SANTANA