Cronograma

Minimizar
Arquivo
<abril de 2023>
domsegterquaquisexsáb
2627282930311
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30123456
Mensal
abril de 2024 (5)
março de 2024 (2)
fevereiro de 2024 (6)
janeiro de 2024 (10)
dezembro de 2023 (3)
novembro de 2023 (3)
outubro de 2023 (4)
julho de 2023 (14)
junho de 2023 (15)
maio de 2023 (6)
abril de 2023 (19)
março de 2023 (7)
fevereiro de 2023 (9)
janeiro de 2023 (12)
dezembro de 2022 (7)
novembro de 2022 (2)
outubro de 2022 (4)
setembro de 2022 (1)
julho de 2022 (17)
junho de 2022 (12)
maio de 2022 (8)
abril de 2022 (6)
março de 2022 (9)
fevereiro de 2022 (1)
janeiro de 2022 (1)
dezembro de 2021 (12)
novembro de 2021 (9)
outubro de 2021 (5)
setembro de 2021 (3)
agosto de 2021 (1)
julho de 2021 (7)
junho de 2021 (11)
maio de 2021 (9)
abril de 2021 (6)
março de 2021 (5)
fevereiro de 2021 (9)
janeiro de 2021 (3)
dezembro de 2020 (9)
novembro de 2020 (15)
outubro de 2020 (4)
setembro de 2020 (2)
agosto de 2020 (3)
junho de 2020 (2)
abril de 2020 (4)
março de 2020 (3)
fevereiro de 2020 (1)
setembro de 2019 (1)
agosto de 2019 (3)
junho de 2019 (1)
maio de 2019 (3)
abril de 2019 (1)
março de 2019 (8)
fevereiro de 2019 (1)
janeiro de 2019 (2)
dezembro de 2018 (1)
novembro de 2018 (4)
outubro de 2018 (3)
setembro de 2018 (3)
agosto de 2018 (3)
julho de 2018 (8)
junho de 2018 (1)
fevereiro de 2018 (1)
janeiro de 2018 (4)
dezembro de 2017 (2)
agosto de 2017 (6)
junho de 2017 (7)
maio de 2017 (2)
abril de 2017 (2)
março de 2017 (1)
novembro de 2016 (8)
outubro de 2016 (6)

Go

Notícias

Minimizar
Por admin.colegiosteresinha Em 23/04/2023 22:06

A 21 de março, os alunos dos 1.º e 3.º anos do Colégio de Santa Teresinha participaram na iniciativa comemorativa do Dia Internacional das Florestas no Parque Florestal do Montado do Pereiro, operacionalizada pela Divisão de Formação e Comunicação - Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN).

Percorrendo um circuito lúdico-pedagógico alusivo à floresta, os alunos iniciaram a sua atividade no portão Norte do Parque Florestal e concluíram-na, passadas duas horas, junto às casas geridas pelo IFCN. A pé, passaram por sete postos, onde foram colhendo ensinamentos essenciais para a preservação das florestas. Assim sendo, depois da receção no coreto, passaram ao posto dois, onde os cuidados a ter na floresta foi o tema abordado pelo corpo de polícia florestal. Depois, junto dos Sapadores Florestais, no posto três, ressalvou-se o papel de cada um na prevenção dos incêndios. A seguir, foi tempo de plantar uma árvore no posto quatro. Em seguida, o Corpo de Vigilantes da Natureza descreveu a vida na floresta, salientando o papel de vigilância e a proteção da fauna e da flora. Posteriormente, no posto seis, ao encontro da floresta, os alunos foram motivados a construir um tear simbólico com elementos da natureza recolhidos ao longo do percurso: pinhas, folhas, líquenes, ramos, ouriços, entre outros. A terminar, foram recebidos pela Companhia dos Bombeiros Sapadores de Santa Cruz, que destacou a sua função no combate dos incêndios, prestando, assim, a sua atividade de formação cívica através da exemplificação de pequenas ações inerentes à prevenção.

Neste Dia Internacional das Florestas, em que também se celebrou o Dia Mundial da Árvore e o início da primavera, muito se aprendeu nesta ação de sensibilização ambiental. Ficou, graças generosidade dos elementos do IFCN, em cada participante, a consciência e a responsabilidade na construção de um futuro sustentável.

Por admin.colegiosteresinha Em 23/04/2023 21:57

Na placa central da Avenida Arriaga, entre 24 de março e 2 de abril, realizou-se a 49.ª Feira do Livro, sob a responsabilidade da Câmara Municipal do Funchal. Esta edição teve como tema central o Teatro, no âmbito das comemorações dos 135 anos do Teatro Municipal Baltazar Dias e a homenagem a Natália Correia, integrada no centenário do nascimento da escritora. 

 À luz das edições anteriores, várias foram as atividades desenvolvidas nesta Feira, desde animações de rua, lançamentos de livros, concertos, espetáculos de teatro, espetáculos multidisciplinares, atividades infantojuvenis e a participação de autores. 

Neste contexto, a 30 de março, os alunos do 1.º ano do Colégio de Santa Teresinha foram à Feira do Livro para assistir ao teatro musical “Truz Truz Amor”, no Largo da Restauração. Este espetáculo, a cargo da Flow e do Jardim da Maju, abordou a temática dos afetos e do amor, através da alegria de uma borboleta aventureira que vivia num jardim encantado com os seus amigos.

De forma divertida e colorida, entre abraços e magia, a Feira do Livro do Funchal continua a promover hábitos de leitura. 

Por admin.colegiosteresinha Em 23/04/2023 21:52

Para celebrar a chegada da primavera, foram os meninos e as meninas das salas dos cinco anos do Colégio de Santa Teresinha ao auditório do Jardim Municipal do Funchal, na manhã de 21 de março, às 11h00. Assistiram e participaram na história infantil “A Primavera Chegou”, interpretando os invertebrados caracóis, sob as orientações da Equipa de Animação da Direção Regional de Educação/ Direção  de Serviços de Educação Artística (DSEA).

Abordando a temática da natureza, a Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, através da Direção Regional de Educação/ DSEA, promoveu a 1.ª Edição do evento Jardim em Festa, que contou com o envolvimento de 120 crianças do ensino pré-escolar de várias instituições.

E, nesta animação, ressalvou-se a importância da conservação da fauna e da flora para o equilíbrio do meio ambiente.

 

Por admin.colegiosteresinha Em 23/04/2023 16:51

Do latim “Via Crucis”, Via Crúcis ou Via Sacra é o caminho que Jesus Cristo percorreu desde o palácio de Pilatos até o monte Calvário onde foi crucificado.

Foi a 17 de março que os alunos do segundo ano dinamizaram a encenação da Paixão e Morte de Cristo. No ginásio, representaram algumas das estações que ilustram o trajeto que foi percorrido por Jesus, pelas ruas de Jerusalém, carregando a cruz. Entre orações e cânticos, contemplaram o modo como Jesus demonstrou o seu amor até ao fim. Junto da Cruz, estiveram, como irmãos e irmãs, rezando por Ele e por todos os que sofrem.

Depois deste momento, tempo houve para o ato penitencial no exterior, em que os alunos puderam purificar, simbolicamente, as ações incorretas registadas em sala de aula.

Com esta atividade, ficou a lição de que Jesus é a expressão máxima do amor com que Deus ama a humanidade. E, com fraternidade no coração, seguiram, por fim, para as suas salas.

Por admin.colegiosteresinha Em 23/04/2023 16:39

Foi no início da tarde de 31 de março que ocorreu a 12.ª edição do festival “Cantos e Encantos”, no ginásio do Colégio de Santa Teresinha, com a orientação da professora de educação artística, Marília Sousa.

Neste evento, participaram doze solistas do primeiro ciclo, dois alunos por cada uma das turmas dos terceiro e quarto anos. Interpretaram temas do Festival da Canção Infantil da Madeira (FCIM), sob o olhar atento do júri formado por personalidades da área artística: Catarina Gomes, coordenadora regional das modalidades artísticas dos 2.º e 3.º ciclos; Noémi Reis, além de letrista e compositora, é professora de educação artística na escola Maria Eugénia Canavial; Olívia Caldeira, coordenadora de canto coral na Direção de Serviços de Educação Artística (DSEA) e professora de educação artística no Colégio dos Salesianos.

Deu-se início ao espetáculo de canto com a aluna  Leonor Aniceto (4.ºA) a interpretar “Olhar de Criança”,  a canção que representou o colégio em 2022 no Festival “Vozes da nossa escola”, iniciativa da Direção Regional de Educação (DRE) na Semana Regional das Artes.

Ouvidas as belas atuações, houve uma segunda parte, para reflexão e decisão do júri, com canto, dança, teatro e poesia. Por iniciativa dos alunos, houve a peça de teatro “À descoberta da ilha da amizade”; a interpretação das canções “Cidade” e “Todas as ruas do amor”; a dança ao som de “Finding the rose”; a declamação da poesia “Eclipse Solar”.

No final, dois alunos sagraram-se vencedores do Festival: Inês Sofia da turma 4.º B, que cantou o tema “Jamboyo”, letra de Carla Costa e música de Leandro Costa, e João Bernardo da turma 4.º C, com o tema “Despertar o sonho”, letra de Noémi Reis e música de Ricardo Rodrigues. Houve dois louvores de desempenho para dois alunos: o João Francisco do 3.º B, intérprete da canção “Manela, Manela”, letra e música de Paulo Fernandes; Lara do 4.º A, com “Sorrisos de Sol”, letra de Noémi Reis e música de Maria João Caires.

Incitou-se, neste projeto de “cantar e encantar”, cada participante a pôr em prática os valores da responsabilidade, da excelência e da perseverança, para além de se potencializar a criatividade e as linguagens associadas às artes.  

Por admin.colegiosteresinha Em 23/04/2023 16:34

No âmbito da disciplina de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), os alunos das turmas A, B e C do sétimo ano de escolaridade criaram individualmente um “banner” sobre a Páscoa. Com a orientação do professor, utilizaram, para o efeito, o software de edição de imagem GIMP. Com o intuito de reconhecer o empenho e o mérito dos alunos nesta execução, o melhor trabalho de cada turma foi divulgado no site da escola durante a celebração religiosa.

Com esta iniciativa, os alunos puderam desenvolver habilidades e competências em edição de imagem nas aulas de TIC, segundo o disposto nas Aprendizagens Essenciais da disciplina. A atividade permitiu a aplicação prática de outros conhecimentos teóricos e técnicos aprendidos em sala de aula, o que fomentou a valorização da disciplina e da cultura digital.

A desenvolver o pensamento criativo, eis outra atividade das TIC a contribuir para a formação integral dos alunos.

Por admin.colegiosteresinha Em 16/04/2023 17:52

Estiveram 72 alunos do Colégio de Santa Teresinha, distribuídos pelos escalões de infantis e iniciados, a participar no torneio escolar basquetebol 3x3 - Basquetebol na Cidade, a 9 de março, na baixa da cidade do Funchal, mais especificamente na praça do Povo, Heliporto e Cais 8.

Além do programa de jogos, os alunos participaram numa prova de orientação urbana. Para o efeito, receberam uma camisola, um mapa e um chip. Nos pontos assinalados, tiveram de cumprir um desafio em equipa, tendo alguns dos desafios a ver com os patrocinadores do evento.

Muitos foram os objetivos que nortearam esta atividade de enriquecimento curricular. Entre outros, promover a modalidade de basquetebol em todos os níveis de ensino; incentivar a prática regular de atividade física como forma de melhorar a saúde e a qualidade de vida; desenvolver as competências essenciais para a vida em comunidade, como o trabalho em equipa, a cooperação, a lealdade, fair-play, respeito pelas regras e o convívio salutar entre os pares; sensibilizar para a alimentação saudável e uma hidratação equilibrada; fomentar para uma consciência ambiental e ecológica.

Feito o balanço, o grupo disciplinar de educação física do colégio apontou ter sido uma ação deveras enriquecedora. Ressalvou a dedicação e a responsabilidade de todos os alunos, bem como a colaboração dos pais. Destacou, por fim, o primeiro lugar da equipa de infantis 1 femininas e o segundo lugar da equipa de iniciadas femininas, tendo as restantes equipas concluído com resultados acima da média.

Muito além dos benefícios físicos que a prática do desporto reserva, estão os mentais e psicológicos, não esquecendo os sociais, que promovem a interação e a comunicação, tão essenciais para afirmação de um ser que se quer competente e confiante. Que se continue, assim, a operacionalizar eventos desportivos na cidade. Bem-haja!

Por admin.colegiosteresinha Em 16/04/2023 17:44

Ao Parque Ecológico do Funchal, no dia 28 de março, os alunos dos 5.º e 6.º anos  foram em visita de estudo, no âmbito do estudo realizado na disciplina de Cidadania e Desenvolvimento. Sob a temática de “A sustentabilidade do meio ambiente”, os domínios do Desenvolvimento Sustentável e da Educação Ambiental foram desenvolvidos com ações diversas, desde a construção de cartazes ao visionamento de documentários, seguido de troca de impressões e da visita de estudo em reportagem.

Em autêntica comunhão com a natureza, os alunos passaram a manhã a passear no Parque, contactaram com algumas espécies animais e plantaram, por fim, uma árvore.

Foram muitos os conhecimentos partilhados acerca do Parque, com especial enfoque para os seus objetivos: a conservação da natureza, a promoção da educação ambiental e a disponibilização de infraestruturas para o recreio e lazer dos visitantes.

E, assim, a 12 km do Funchal, numa zona montanhosa, concretizou-se o propósito da iniciativa, a promoção de valores, de mudança de atitudes e de comportamentos face ao ambiente, no sentido de formar os alunos para o exercício de uma cidadania consciente, interventiva e atenta às problemáticas ambientais do mundo atual.

Por admin.colegiosteresinha Em 16/04/2023 17:39

Em trabalho cooperativo, proporcionaram as disciplinas de inglês, de francês e de educação visual uma visita de estudo ao 3D Fun Art Museum, aos alunos de sétimo ano, com o intuito de operacionalizar, por um lado, uma experiência tridimensional visual, aliando o desenho à ilusão ótica e à ciência, e um momento cultural de diversão, por outro.

A 27 de março, neste Museu de Arte Divertida 3D, experimentando cerca de 40 cenários diferentes, entre imagens 3D e ilusões óticas, os alunos entraram no mundo da fantasia e da imaginação, ora encarnando seres diversos ora aventurando-se em posições imensamente divertidas. Foram registando toda esta atmosfera de alegria com as câmaras dos seus telemóveis. No coração do Funchal, entre sorrisos e gargalhadas, os participantes estreitaram relações, com tolerância, empatia e responsabilidade.

E, de forma imaginativa e inovadora, novas ideias e soluções foram partilhadas, na certeza de que a aprendizagem sai enriquecida quando o espaço é descontraído e inovador.

 

Por admin.colegiosteresinha Em 16/04/2023 17:31

Tendo em conta o estudo da diversidade dos animais na disciplina de ciências naturais, os alunos do 5.º ano participaram na visita de estudo ao Museu de História Natural do Funchal, nos dias 15 e 16 de março, sob a orientação do biólogo Juan Silva e de técnicos especializados do museu.

Com o intuito de dar a conhecer a biodiversidade animal do arquipélago da Madeira, de consciencializar os alunos para os problemas das espécies e do ambiente e de os sensibilizar para a importância da preservação da Natureza, a visita permitiu, também, que os alunos tivessem um momento de convívio nos jardins do museu.

Entre os vários conhecimentos transmitidos, aprenderam que o Museu de História Natural, instalado no Palácio de São Pedro, era o mais antigo Museu em funcionamento no Arquipélago da Madeira. Acharam interessante o facto de este Palácio, uma das mais significativas obras da arquitetura civil portuguesa, de meados do século XVIII, ter sido, entre outras instituições, residência dos Condes de Carvalhal, Hotel de Carolina Sheffield e o Colégio de São Jorge, dirigido pela Irmã Mary Jane Wilson, fundadora da Congregação Franciscana de Nossa Senhora das Vitórias. 

 E, nesta atividade escolar, os alunos foram estimulados a fortalecer os valores do respeito e da responsabilidade, no sentido de saber agir conscientemente em função do bem do planeta, em especial da biodiversidade animal.

Por admin.colegiosteresinha Em 16/04/2023 17:29

Entre 8 e 14 de março, os alunos finalistas de nono ano participaram na visita de estudo às instalações do Serviço Regional de Proteção Civil, IP-RAM, na senda do trabalho cooperativo das disciplinas de Cidadania e Desenvolvimento, Geografia e Ciências Naturais, no sentido da promoção de uma cultura de segurança, de consciencialização para a adoção de medidas de autoproteção, em função de um bem comum.

Desta forma, os alunos tiveram a oportunidade de participar numa apresentação sobre a missão do Serviço Regional de Proteção Civil, IP-RAM, de conhecer a sala de operações e as equipas ao serviço da população, nomeadamente a equipa EMIR e a Brigada Helitransportada.

 Segundo os dinamizadores do evento, o balanço foi extremamente positivo, pois os alunos perceberam a importância da sua responsabilidade para que o sistema de proteção civil seja eficaz. Assim sendo, importante será continuar a proporcionar aos alunos estas experiências com a finalidade de promover comportamentos cívicos e mudar hábitos sociais, de forma a contribuir para a melhoria da qualidade de vida das populações.

Por admin.colegiosteresinha Em 16/04/2023 08:46

Quaresma é a designação do período de quarenta dias que antecedem a principal celebração do cristianismo: a Páscoa, a ressurreição de Jesus Cristo, prática presente na vida dos cristãos desde o século IV.

Este é um caminho que cada cristão não faz sozinho, mas na companhia de Jesus, respondendo aos desafios constantes da vida e levando a um crescimento interior, sempre alinhado com a força de Deus.

Em específico, os alunos do 2.º Ciclo realizaram, na disciplina de inglês e no âmbito da atividade “Easter is just a hop away!”, trabalhos alusivos a esta época, aproveitando para enriquecer o seu vocabulário e aprimorar a escrita nesta língua estrangeira. A beleza destes trabalhos poderá ser contemplada no terceiro andar do colégio, onde estão em exposição.

Também no projeto “Perlinguas” se trabalhou esta quadra. O desafio chamou-se “(Re)inventa-te na Quaresma” e consistiu na realização de um questionário através de um Qrcode. Desta feita, a equipa que dinamiza o projeto pretendeu, de forma lúdica, trabalhar a devoção a Deus, permitindo que os alunos refletissem sobre ações menos boas, combatessem preconceitos e abrissem o seu coração ao amor.  

Destaque, ainda, para uma atividade destinada a toda a comunidade educativa. Com o objetivo de orientar as pessoas na partilha que o momento promove, sugeriu-se um conjunto ações a realizar diariamente durante o mês de março, que privilegiaram a reflexão individual, a ligação próxima com Deus, a partilha com o outro e a preparação de cada um para receber Jesus. Pelas escadas do Colégio, balões de fala registavam estas ações, sugerindo a cada um que, no seu tempo, as pudesse realizar.

Neste âmbito, foi efetuada uma recolha de roupas, brinquedos, material escolar e produtos de higiene para posterior entrega ao Patronato de S. Filipe.

O Colégio de Santa Teresinha agradece todos os contributos dados, na certeza de que juntos é possível melhorar a vida dos mais necessitados.

Valores como partilha, solidariedade, paz, carinho, apoio, justiça, ajuda, compreensão, tolerância, oração, perdão, renuncia, entre outros, são diariamente trabalhados nos nossos alunos. Pelos caminhos de Deus, somos chamados a viver a sua fé, o seu amor e a grandiosidade dos seus mistérios, acreditando e amando-O de forma incondicional. 

Por admin.colegiosteresinha Em 10/04/2023 15:27

No âmbito da disciplina de português, a turma do 7.ºC participa na biblioteca de turma, desde o 6.º ano de escolaridade. 

Num dos cantinhos da sala, decorado a preceito, faz-se a promoção deste projeto, a fim de estimular o gosto pela leitura.

Para acompanhar os alunos nesta aventura pelos livros, surgiu o Casquinha, a mascote da biblioteca. Presença constante na sala do 7.ºC, este macaquinho simpático promove o livro e a arte de ler.

Neste contexto, os alunos com requisições de livros mais assíduas, recebem prémios, trimestralmente. Parabéns para o Rodrigo Cerqueira que, na ânsia de ler e aprender mais, arrecadou o 1.º lugar. Irá, certamente, recordar os momentos passados na sua biblioteca, quando saborear um chá ou um leitinho quente na sua nova caneca, enquanto lê a próxima aventura.

Parabéns, também, à Inês Ribeiro! Não facilitou a vida aos restantes leitores e, mais uma vez, leva para casa, o segundo prémio. Desta vez, uma engraçada t-shirt do Casquinha! Não há de queixar-se o macaco leitor, de não conhecer os mais belos recantos da ilha que nos acolhe, pois, a nossa premiada irá, com certeza, “vesti-lo” vezes sem conta, nestes dias de calor que se avizinham!

Parabéns, Carlota! Abre a porta dos sonhos, com a chave que o teu novo porta-chaves há de guardar, mas não a voltes a fechar!! Lê e sonha sem parar! Sonha e volta a sonhar!

E, para que a leitura se revista, igualmente, de muita doçura, parabéns ao Francisco Pestana, ao Guilherme e ao Marcos! Que a tablete de chocolate que receberam seja um dos muitos ingredientes com que cozinharão as vossas leituras! Sempre a fogo lento, doces ou salgadas, marcarão, sem dúvida, a vossa aprendizagem e o vosso crescimento!

  Nas “asas da imaginação”, a formar leitores mais competentes e felizes, segue este projeto enriquecedor, tão próximo dos alunos.

 

Por admin.colegiosteresinha Em 10/04/2023 15:22

A 27 de março, comemora-se o Dia Mundial do Teatro. Esta data não passou despercebida no nosso Colégio e, para honrar a grandeza de uma das expressões mais antigas da arte, os alunos do 5.º e 6.º anos dinamizaram uma apelativa exposição.

Nesta exposição, podemos contemplar trabalhos realizados pelos alunos destes níveis de ensino que se encontram a frequentar a atividade extracurricular de Dramatização.

 Para além de comemorar a efeméride, estes trabalhos homenageiam a figura lendária de Gil Vicente, o “pai” do teatro em Portugal. PALMAS PARA OS ARTISTAS!

Por admin.colegiosteresinha Em 10/04/2023 15:18

As cheias rápidas, os deslizamentos e os desabamentos de terras são os riscos naturais mais relevantes no arquipélago da Madeira. Estes riscos naturais derivam das condições meteorológicas e estão associados, também, às características geomorfológicas do nosso território.

A aluvião de 1803, calamidade que matou centenas de pessoas nos concelhos do Funchal, Machico, Ribeira Brava, Santa Cruz e Calheta, é um dos exemplos destes desastres naturais.

Recentemente, em 2010, o cenário repetiu-se, com menos mortos, é certo, contudo, é importante estarmos cientes de que este é um risco constante para quem vive nesta ilha.

Assim, no âmbito da disciplina de geografia, os alunos do 9.º ano de escolaridade foram convidados a realizar um trabalho sobre os riscos naturais que mais afetam a Região Autónoma da Madeira.

Em grupo, os alunos realizaram uma pesquisa sobre a incidência de riscos naturais por concelho e registaram o número de ocorrências desses fenómenos. A partir desta pesquisa, realizaram um Mapa de Riscos da RAM.

Neste trabalho, é possível ainda observar a exploração sobre as causas dos fenómenos considerados de risco, as suas consequências e a determinação de possíveis soluções de resposta aos riscos, bem como à sua inibição.

Os trabalhos encontram-se expostos no terceiro andar do Colégio, informando toda a comunidade educativa e sensibilizando-a para os riscos naturais na Região Autónoma da Madeira. 

 

Por admin.colegiosteresinha Em 10/04/2023 15:13

Mais uma vez a tradição é cumprida e, no âmbito das disciplinas de português e de história, os alunos do 9.º ano de escolaridade fizeram uma visita de estudo à Assembleia Legislativa Regional.

A visita de estudo foi competentemente guiada pela Dr. Maria do Carmo Jesus, que contextualizou, do ponto de vista histórico, o edifício da atual Assembleia Legislativa Regional. Assim sendo, referiu as funções desta Assembleia no âmbito da autonomia da região e explicou pormenorizadamente os trabalhos desenvolvidos pelos deputados nas Comissões Parlamentares, mas, também, em plenário, no hemiciclo.

O entusiamo foi notório quando os alunos, no hemiciclo, se sentaram no lugar dos deputados e, desta forma, a visita foi finalizada.

Faz parte da formação integral de qualquer aluno perceber o funcionamento dos principais órgãos políticos, especialmente deste onde os cidadãos estão verdadeiramente representados.

 Para o próximo ano, há mais!

 

Por admin.colegiosteresinha Em 10/04/2023 15:05

A estimular o gosto pela leitura do poema épico Os Lusíadas, de Luís de Camões, e pelo desenho gráfico, as disciplinas de português e de educação visual operacionalizaram junto dos alunos de nono ano dois projetos bem aliciantes.

Depois da leitura do episódio lírico “Inês de Castro” e da composição de versos criativos na aula de português, os alunos recriaram o fim trágico da história de amores de D. Pedro I e D. Inês de Castro na aula de educação visual, sob o tema “A perspetiva no assassinato de D. Inês de Castro”.

Aquando do estudo do episódio mitológico “O Adamastor”, os alunos foram, de novo, motivados para a sua recriação na aula de educação visual, surgindo o projeto “O Temível Gigante Adamastor”. Desta forma, consolidou-se o domínio da educação literária, de forma crítica e criativa.

Na INTERDISCIPLINARIDADE, acredita-se formar alunos mais competentes e empreendedores, com vontade de APRENDER e partilhar.

 

Por admin.colegiosteresinha Em 10/04/2023 14:58

Entre 6 a 10 de março, uma galeria de trabalhos dos alunos de 8.º ano sobre o percurso da terna “Boa Mãe” esteve em exibição no terceiro andar do colégio. Muitos foram os acontecimentos significativos da vida da Irmã Maria de São Francisco Wilson partilhados em cartazes: a fundação de um dispensário e da Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias, a abertura de escolas no Porto Moniz e em Santana, a ida para o Lazareto para tratar dos doentes com varíola, entre tantos outros. Este projeto partiu da disciplina de Geografia que, com o intuito de desenvolver o pensamento crítico e criativo dos alunos, motivou, em grupo, para a sua operacionalização em sala de aula. Neste sentido, os alunos, com o exemplo de caridade da Venerável Irmã Wilson, observaram a influência da religião na identidade cultural de um povo.

Na senda das virtudes da admirável Irmã, também se trabalhou nas disciplinas de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) e de Português, à luz do projeto «Ao colo da “Boa Mãe”». Dos versos compostos na aula de português sobre uma das virtudes da Irmã Wilson, desenharam e pintaram. Uns criaram uma poesia visual, outros ilustraram palavras e versos, glorificando a sempre amiga Irmã.

Assim, cooperativamente, homenageou-se, uma vez mais, a grandeza da IRMÃ WILSON que tanto fez pela Madeira, na educação, na saúde e na religião. E palavras aqui mais houvesse para agradecer a sua GENEROSIDADE… 

 

Por admin.colegiosteresinha Em 10/04/2023 14:34

No âmbito das disciplinas de educação visual e de história, os alunos do 7.º ano de escolaridade fizeram uma visita de estudo à Casa-Museu Frederico de Freitas.

Foi com muita satisfação que os docentes perceberam o quanto os alunos acharam a visita interessante e mostraram curiosidade pelo enorme espólio de peças decorativas deixadas à Região Autónoma da Madeira pelo Dr. Frederico de Freitas.

O Dr. Frederico de Freitas (1894-1978), advogado, notário e colecionador, viveu nesta casa durante 40 anos; contudo, anteriormente, a casa pertenceu aos Condes da Calçada e a sua construção inicial data do século XVII.

Ao longo de muitos anos, este colecionador foi arrecadando várias peças decorativas, tais como contadores, pianos, imagens religiosas, mobiliário, pinturas, azulejos, entre outras vindas de diversos cantos do mundo.

Hoje, parte desta coleção pode ser visitada na, então, criada Casa-Museu, permitindo não só uma viagem no tempo, mas também uma viagem pelo mundo.

Notícias

Minimizar
Tem de ter permissões específicas para poder criar ou editar um blog.
© 2024 Colégio Santa Teresinha